Como se livrar da inflamação no corpo

A inflamação é o sistema natural do corpo para combater infecções ou ferimentos. O sistema imunológico é ativado quando reconhece um corpo estranho, como o pólen da planta ou um produto químico, que desencadeia o processo conhecido como inflamação.

Existem dois tipos de inflamação, aguda e crônica. A inflamação aguda é induzida rapidamente e geralmente a curto prazo, com duração de apenas alguns dias.

Mas às vezes o sistema imunológico entra em overdrive e ativa sem uma infecção para lutar. Sem nada para curar, as células do sistema imunológico começam a destruir órgãos e articulações saudáveis. É quando a inflamação pode se tornar um problema.

A inflamação crônica ou de longo prazo geralmente ocorre quando as causas da inflamação aguda são deixadas sem tratamento. Muitas vezes com duração de meses ou até anos, a inflamação crônica causa danos ao DNA e tem sido associada a muitas doenças importantes, incluindo artrite, diabetes, câncer e doenças cardíacas.

SINTOMAS DA INFLAMAÇÃO CRÔNICA

Embora a dor e o inchaço sejam sintomas comuns da inflamação aguda, muitas pessoas ignoram os sinais mais sutis associados à inflamação crônica. Alguns dos sintomas mais comuns que se desenvolvem com inflamação crônica incluem:

  • Fadiga e insônia
  • Dor abdominal
  • Ansiedade, depressão e transtornos do humor
  • Problemas gastrointestinais como refluxo ácido
  • Ganho de peso
  • Infecções freqüentes

Embora os exames de sangue sejam frequentemente o primeiro passo, não existem testes laboratoriais eficazes para avaliar os pacientes quanto à inflamação crônica. Em vez disso, o diagnóstico é frequentemente feito em associação com outra condição médica.

CAUSAS DA INFLAMAÇÃO CRÔNICA

Raramente é uma das causas da inflamação crônica identificada. Como a inflamação é a resposta natural do nosso corpo, identificar uma causa específica pode ser difícil, mas geralmente é devido a:

  • Causas não tratadas de inflamação aguda, como danos nos tecidos ou infecção
  • Exposição a irritantes ou produtos químicos
  • Distúrbios autoimunes, como artrite reumatóide e lúpus.

Muitos outros fatores de risco também demonstraram causar alguma quantidade de inflamação. Esses incluem:

  • Obesidade
  • Dieta pobre
  • Fumar
  • Hormônios sexuais baixos
  • Estresse e Distúrbios do Sono

TRATAMENTO E GESTÃO DA INFLAMAÇÃO

Como causa raiz de muitas doenças, a inflamação crônica pode ser devastadora se não for tratada. Felizmente, há muitas coisas que você pode fazer para reduzir seus riscos e tratar a condição.

ALIMENTOS QUE LUTAM A INFLAMAÇÃO

Como muitos alimentos causam inflamação, uma das ferramentas mais poderosas no combate à doença é começar com sua dieta. Todos os alimentos abaixo apresentam propriedades anti-inflamatórias:

  • Frutas: bagas, como morangos, mirtilos e framboesas, cerejas, maçãs e laranjas.
  • Vegetais: folhas verdes como couve e espinafre, brócolis, batata doce, alcachofra e abacate
  • Peixe: especialmente aqueles que são ricos em ácidos graxos ômega-3, como salmão, arenque, cavala, sardinha, bacalhau e atum.
  • Feijão: feijão vermelho, feijão preto e feijão.
  • Nozes: nozes, nozes, avelãs e amêndoas.
  • Gorduras saudáveis ​​de azeite e semente de linhaça.
  • Ervas e especiarias, como açafrão, alho e gengibre.

Uma dieta anti-inflamatória é amplamente considerada saudável, e estudos mostraram que ela é benéfica no combate a doenças como a Doença do Intestino Irritável (DII), artrite, psoríase e até mesmo dores crônicas. Muitas pessoas seguem uma dieta mediterrânea ao tentar evitar alimentos inflamatórios.

ALIMENTOS INFLAMATÓRIOS PARA EVITAR

Se você já comeu uma grande refeição gordurosa, você saberá que a sensação de lentidão que você recebe depois. Certos alimentos ajudam a acelerar o processo inflamatório, por isso é melhor evitar. Evite os seguintes alimentos inflamatórios:

  • Carboidratos refinados: pão branco, arroz e muitos tipos de cereais alimentam a produção de produtos avançados de glicação final (AGE) que estimulam a inflamação.
  • Ácidos graxos ômega-6: freqüentemente encontrados em óleos vegetais como o milho e o óleo de girassol, o consumo excessivo de ácidos ômega-6 ativa o organismo a produzir substâncias químicas pró-inflamatórias.
  • Carne vermelha e processada: estudos mostram que a carne processada pode aumentar o risco de doença coronariana, acidente vascular cerebral e diabetes.
  • Açúcar: açúcares processados ​​encontrados em refrigerantes, sucos, balas e salgadinhos podem desencadear a produção de mensageiros inflamatórios chamados citocinas.
  • Álcool: o consumo excessivo de álcool pode causar inflamação intestinal, bem como danos ao trato gastrointestinal e ao fígado.

Muitos alimentos identificados como inflamatórios também são considerados insalubres, contribuindo para o ganho de peso, que por si só é um importante fator de risco para a inflamação.

TRATANDO INFLAMAÇÃO MEDICAMENTE

Uma dieta anti-inflamatória é uma ótima maneira de se manter saudável, mas às vezes uma mudança na dieta por si só não é suficiente para se livrar da inflamação do corpo. Quando a inflamação se torna crónica, pode ter um impacto a longo prazo na sua saúde. Se você está sofrendo de inflamação crônica, discuta as seguintes opções de tratamento com seu médico:

  • Metformina: comumente usada para tratar diabetes tipo II, a metformina reduz a inflamação e promove a produção de insulina
  • Antiinflamatórios não esteroidais (AINEs): geralmente disponíveis no mercado de balcão, os AINEs, como o ibuprofeno, e as enzimas inibidoras da aspirina, contribuem para a inflamação.
  • Suplementos: gengibre, óleo de peixe e curcumina têm propriedades anti-inflamatórias naturais e podem ajudar a regular sua condição.
  • Estatinas: existem vários estudos que mostram as altas propriedades antiinflamatórias das estatinas, que efetivamente interrompem a comunicação das células inflamatórias.
  • Os corticosteróides diminuem a inflamação e suprimem o sistema imunológico, o que é especialmente importante quando se está atacando as células saudáveis. Esteja ciente de que o uso a longo prazo de corticosteróides tem sido associado a efeitos colaterais graves, como hipertensão arterial e osteoporose, entre outras condições.

É altamente recomendável falar com seu médico para avaliar os possíveis efeitos colaterais associados a novos medicamentos.

PALAVRA FINAL

A inflamação pode ser a resposta do corpo a muitos gatilhos externos. Tem sido associada a muitas condições de saúde graves e, se não for controlada, poderá ter consequências desastrosas.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) classifica as doenças inflamatórias crônicas como a maior ameaça à saúde humana. Agora que você sabe como se livrar da inflamação no corpo, siga uma dieta anti-inflamatória e limite os alimentos conhecidos por causar inflamação.

Se você sofre de algum sintoma de inflamação crônica, fale com seu médico sobre um exame de sangue e opções de tratamento. Com a dieta correta, mudanças de estilo de vida e conselhos médicos, você pode viver uma vida livre de inflamação.

Loading...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *